História do Phenom 100 e do Phenom 300

História das aeronaves Phenom 300 e Phenom 100


Jato executivo Phenom 100 da categoria entry level, Jato Phenom 300 da categoria light  
  • Maio de 2005: a Embraer anuncia dois novos designs clean-sheet para jatos de categoria entry-level e light, posteriormente batizados de Phenom 100 e Phenom 300, respectivamente. Turbina Pratt & Whitney PW617F-E escolhida para o novo jato de categoria de entrada, e a PW535E para o jato da categoria light da empresa.
  • Junho de 2005: a Embraer dá início às vendas dos dois novos jatos executivos com um pacote de suporte de soluções integradas, de venda e treinamento a suporte total ao operador/proprietário da aeronave particular.
  • Outubro de 2005: BMW DesignworksUSA selecionada para projetar o interior do Phenom 100 e Phenom 300 e exibida pela primeira vez na convenção da Associação Nacional de Aviação Corporativa (NBAA). Prodigy Flight Deck selecionado para a suíte aviônica integrada.


Phenom 100

  • Abril de 2006: A Embraer Executive Jets lança a Fase de Definição Conjunta (JDP) para o Phenom 100, envolvendo a Embraer e equipes de fornecedores de componentes.
  • Junho de 2006: corte da primeira peça do Phenom 100.
  • Junho de 2006: o modelo Phenom 100 completa os testes de túnel de vento.
  • Outubro de 2006: o motor Pratt & Whitney PW617F-E do Phenom 100 passa pelo primeiro teste. O programa Embraer Executive Care (EEC) foi expandido para além do Legacy 600 e personalizado para o Phenom 100 e o Phenom 300. A Embraer faz uma parceria com a CAE SimuFlite, em Dallas, Texas, em uma joint venture de treinamento que, um ano depois, passaria a ser o Serviço de Treinamento Embraer CAE para o treinamento de pilotos, ténicos mecânicos e pessoal de expedição do Phenom 100 e Phenom 300. Este é o primeiro programa de treinamento do CAE para os mercados de categoria entry-level e light-jet .
  • Março de 2007: primeira junção asa-fuselagem.
  • Junho de 2007: o Phenom 100 é apresentado.
  • Julho de 2007: O Phenom 100 faz seu voo inaugural
  • Dezembro de 2008: certificação da CTA e da Administração Federal da Aviação (FAA) dos EUA.O Phenom 100 é entregue a seu primeiro cliente, os norte-americanos James e Elizabeth Frost. A Embraer inova com a primeira fábrica de montagem nos EUA, que produzirá o jato Phenom 100 da categoria entry-level.
  • Janeiro de 2010: A Embraer entrega seu 100º jato executivo Phenom 100 para a JetSuite, companhia norte-americana de fretamento de jatos executivos.
  • Dezembro de 2011: o primeiro Phenom 100 fabricado nos EUA faz seu primeiro voo antes de ser entregue para a Executive AirShare, sediada em Kansas, que oferece serviços abrangentes de gerenciamento e fretamento para aeronaves, na região central dos EUA e na região dos Grandes Lagos. Foi a primeira empresa a oferecer os jatos Phenom 100 e Phenom 300 .
Jato executivo Phenom 100 da categoria entry level Mais informações sobre o Phenom 100: design, desempenho, tecnologia

Phenom 300

  • Abril de 2006:: a Embraer Executive Jets lança a Fase de Definição Conjunta (JDP) para o Phenom 300, envolvendo a Embraer e equipes de fornecedores de componentes.
  • Março de 2007:corte da primeira peça para o Phenom 300.
  • Maio de 2007: a Embraer amplia a cabine do jato executivo Phenom 300 para maior conforto do passageiro e flexibilidade da planta. A fuselagem ganha 36 cm (14 pol.) de comprimento, o que resulta em 0,42 metro cúbico adicional.
  • Dezembro de 2007 : a Embraer Executive Jets totaliza o primeiro pedido do Phenom de US$ 1 bilhão para a FlightOptions, grande empresa de jatos executivos de propriedade compartilhada, sediada nos EUA, que encomendou cem Phenom 300, com opção para outros 50. O pedido, com opções, é de US$ 1,12 bilhão.
  • Abril de 2008: o Phenom 300 é apresentado. O Phenom 300 faz o primeiro voo.
  • Dezembro de 2009: o Phenom 300 recebe a certificação da Agência Nacional de Aviação Civil (ANAC) e da Administração Federal da Aviação (FAA). O primeiro Phenom 300 foi entregue para a Executive Airshare, empresa sediada nos EUA, que gerencia aeronaves, com operações de voo e propriedade compartilhada.
  • Maio de 2010: O Phenom 300 é certificado pela Agência Europeia para a Segurança da Aviação (EASA).
  • Outubro de 2010: a Embraer Executive Jets totaliza mais um pedido superior a US$ 1 bilhão do Phenom 300 pela Netjets. Conhecidos como Edição Platinum do Phenom 300, esses jatos foram especialmente projetados em parceria com a NetJets, que incorporou tecnologia e conforto personalizados às necessidades dos proprietários da NetJet.
  • Fevereiro de 2011: A Embraer anuncia que o Phenom 300 será produzido em uma configuração Medevac. A aeronave, equipada com o tradicional Patient Loading Utility System (PLUS), será uma Unidade Aérea de Terapia Semi-Intensiva para pacientes, com uma autonomia de 10 horas de oxigênio, 1.000 watts para equipamento vital, um sistema de ar comprimido e espaço para ventilador, bomba de injeção médica, desfibrilador, carrinhos do tipo IV pole e uma incubadora neonatal.
  • Fevereiro de 2012: o primeiro Phenom 300 Medevac entregue para a Amil Resgate Saúde no Brasil.
  • Maio de 2012: a ANAC certifica a nova opção de cabine para o Phenom 300. O divã de dois​ lugares oferece uma configuração de assentos adicional para o Phenom 300, que aumenta a capacidade total da aeronave light para até 11 ocupantes.
 Jato executivo Phenom 300 da categoria light Mais informações sobre o Phenom 300: design, desempenho, tecnologia
Saiba mais sobre a história de cada uma de nossas aeronaves executivas: